Sites Grátis no Comunidades.net
Crie seu próprio Site Grátis! Templates em HTML5 e Flash, Galerias em 2D e 3D, Widgets, Publicação do Site e muito mais!

Assembléia de Deus Missão do Brasil - Estudos Bíblicos



Total de visitas: 209559
O Cristão no Tabernáculo

Leitura:

João cap. 14.6 "Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.”.

Introdução: Temos em mente que Jesus Cristo é o cumpridor de toda a Lei e os profetas, e que todo o Antigo Testamento aponta para a pessoa de Jesus; Quando Jesus com suas próprias palavras disse: Eu Sou O Caminho, A Verdade e A Vida o que será que realmente ele estava querendo revelar aos discípulos? Ele conclui seu pensamento (ensino) dizendo... ninguém vem ao Pai senão por mim. Muito bem gostaria de compartilhar com os amados alguns pensamentos, deste assunto, Jesus a figura exata do Tabernáculo.

Hebreus cap. 8. ver. 1- 5.

Ora, a suma do que temos dito é que temos um sumo sacerdote tal, que está assentado nos céus à destra do trono da majestade, Ministro do santuário, e do verdadeiro tabernáculo, o qual o Senhor fundou, e não o homem.

Porque todo o sumo sacerdote é constituído para oferecer dons e sacrifícios; por isso era necessário que este também tivesse alguma coisa que oferecer.

Ora, se ele estivesse na terra, nem tampouco sacerdote seria, havendo ainda sacerdotes que oferecem dons segundo a lei, Os quais servem de exemplo e sombra das coisas celestiais, como Moisés divinamente foi avisado, estando já para acabar o tabernáculo; porque foi dito: Olha, faze tudo conforme o modelo que no monte se te mostrou;

Hebreus cap. 10. ver. 1.

PORQUE tendo a lei a sombra dos bens futuros, e não a imagem exata das coisas, nunca, pelos mesmos sacrifícios que continuamente se oferecem cada ano, pode aperfeiçoar os que a eles se chegam.

A) O Cristão na porta do tabernáculo.

"Farás também para a porta da tenda, uma cortina de azul, e púrpura, e carmesim, e de linho fino torcido, de obra de bordador". (Êxodo 26 : 36).

A porta da congregação era um lugar diferenciado pois dali o SENHOR se encontrava com o povo, pois só os Sacerdotes podiam entrar no Tabernáculo, a porta era o limite ou seja o marco para todos, um sinal para se lembrar que só podiam ir até ali. "Este será o holocausto contínuo por vossas gerações, à porta da tenda da congregação, perante o SENHOR, onde vos encontrarei, para falar contigo ali." (Êxodo 29 : 42) Era um lugar de encontro com o Senhor.

Muito bem como Jesus é a figura exata do Tabernáculo, apresentaremos ele como a porta de acesso. Para todos os pecadores que se aproximam de Deus, Jesus é a porta, é exatamente dali que o SENHOR fala ao coração do pecador, e todo aquele que responde positivamente ao seu chamado, esta porta se abre lhe permitindo passagem livre para dentro do Tabernáculo (Jesus)."Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem." (Mateus 7 : 13,14); "Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens." (João 10 : 9).

Aqui a pessoa ou o novo candidato a ingressar no corpo de Cristo não possui conhecimento de Deus, de Jesus e etc., este irá passar por um processo chamado novo nascimento para poder dar prosseguimento em seu crescimento e seu avanço ao lugar Santíssimo chamado neste estudo de (A Vida).

B) O Cristão no Caminho.

"Assim diz o SENHOR: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para as vossas almas; mas eles dizem: Não andaremos nele." (Jeremias 6 : 16)

Jesus no Caminho (Átrio) se revela para o Cristão como o Bom Pastor, "Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas." (João 10 : 11); no caminho (Átrio) o Cristão também reconhece o sacrifício de Jesus no ALTAR DO SACRIFICÍO, e é redimido pelo poder do sangue derramado sobre o altar, e é limpo pelo poder da palavra “Disse-lhe Jesus: Aquele que está lavado não necessita de lavar senão os pés, pois no mais todo está limpo”. Ora vós estais limpos, mas não todos. (João 13 : 10); Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado. (João 15 : 3), esta tipo da PIA DE BRONZE, pois a palavra reflete ou revela quem é o homem, o porquê de sua criação, o que aconteceu com ele, qual seu destino, qual é o plano de Deus para ele.

Aqui o Crente Celebra sua primeira Festa, A PÁSCOA, "Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós." (I Coríntios 5 : 7) esta cerimônia celebra sua libertação do poder de Faraó (Satanás) e sua saída do Egito (mundo) graças ao sacrifício do Cordeiro (Jesus), esta que depois será uma constante tipificada na Santa Ceia do Senhor.

Aqui também fala da infância espiritual do crente, sua maior virtude é a Fé (1Co. 13 : 13), agora ele passa a produzir fruto sua proporção é de 30 por 1

(Marcos 4 : 8).

C) O Cristão na Verdade.

"Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade."

(João 17 : 17).

Jesus na Verdade (lugar Santo) se revela como o grande Pastor, "Ora, o Deus de paz, que pelo sangue da aliança eterna tornou a trazer dos mortos a nosso Senhor Jesus Cristo, grande pastor das ovelhas." (Hebreus 13 : 20), na Verdade (Lugar santo) o crente tem contado com três objetos de culto muito simbólico, a mesa dos pães sem fermento ou pães da proposição, o altar de incenso e o candelabro de ouro; aqui o crente recebe de Cristo Jesus capacitação para o serviço, o crente presta o culto verdadeiro "ROGO-VOS, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional." (Romanos 12 : 1), ele passa a ministrar ao Senhor, A Mesa do Pães sem fermento é tipo da provisão e dependência que temos de ter em Cristo, O Altar do Incenso é tipo da oração e da adoração do crente oferecido ao Senhor, o Candelabro de Ouro é tipo da união do crente com o seu Senhor Jesus Ele é a videira verdadeira que é representada pela haste central, e as demais fala do enxerto das varas na videira " Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim. Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer."(João 15 : 4,5). fala também da condição do crente como sendo a luz do mundo. Aqui o crente celebra sua segunda Festa o Pentecostes(É o qüinquagésimo dia depois do segundo dia da Páscoa (16 de nisã). Os judeus chamam a esta solene festividade a festa das Semanas, visto que se observava sete semanas depois da Páscoa. ofereciam-se então como primícias os frutos das searas, sete cordeiros daquele ano, uma vitela, e dois carneiros para holocausto - dois cordeiros para um sacrifício pacífico - e uma cabra para sacrifício de propiciação (Êx 34.22 - Lv 23.15,16 - Nm 28.26 e seg. - Dt 16.9,10). A festa foi instituída com o fim de obrigar os israelitas a dirigirem-se ao tabernáculo, ou ao templo Êx 34.22). Que representa a capacitação dada por Jesus pois no N.T o pentecoste esta relacionado diretamente com a chegada do Espírito santo, o poder, a unção.

Aqui fala também da Juventude do crente, sua maior virtude é a Esperança (1Co. 13 : 13), ele já tem um conhecimento bem ampliado e consegue produzir mais fruto sua proporção é de 60 por 1(Marcos 4 : 8).

D) O Cristão na Vida.

"Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida." (I João 5 : 12).

Jesus na vida (Lugar Santíssimo) se revela como o sumo Pastor, “E, quando aparecer o Sumo Pastor, alcançareis a incorruptível coroa da glória”. (I Pedro 5 : 4). No Lugar Santíssimo ou Santo dos Santos (A Vida), só existe a Arca da Aliança, que representa a presença do Senhor, é um tipo de Cristo pois no seu sangue é inaugurada a nova Aliança (Graça) Cristo hoje é a arca da nova aliança; Cristo era representado pela Arca da aliança como, O propiciatório peça essa que era feita de ouro puro batido, e a caixa que era de madeira revestida de ouro, isto nos diz das duas naturezas de Jesus, O propiciatório (Natureza divina) a caixa revestida de ouro a (Natureza Humana). neste Lugar o crente se entrega totalmente ao Senhor, pois o EU aqui já não existe mais, as palavras verbalizadas não possui nenhum significado pois o crente é verdadeiro Adorador e adora o Pai em ESPIRITO E EM VERDADE.

Aqui o crente celebra a sua 3° Festa o Tabernáculo. (Festa dos israelitas para lembrar o tempo em que os seus antepassados haviam morado em barracas na viagem pelo deserto, do Egito à Terra Prometida (Lv 23.33-36). Começava no dia 15 do mês de Etanim e durava uma semana (mais ou menos a primeira semana de outubro).) esta tem para o crente o significado tipificado nas bodas do Cordeiro festa que acontecerá no Céu após o arrebatamento da Igreja, onde só os Salvos estarão. Aqui o crente tem a morte completa do (eu) pois isto é tipologicamente representado pelo fato de nesta festa em especial haver uma quantidade muito grande de sacrifícios, (era imolado 70 novilhos, 98 cordeiros, 14 carneiros e 7 bodes).Neste Lugar Fala da idade da Maturidade, aqui ele não é criança e nem jovem ele é Pai, ele gera filhos espirituais; O Crente tem um conhecimento profundo das coisas de Deus, Ele possui a junção das virtudes que se resulta na maior delas o Amor (1Co. 13 : 13).

O crente dá muito fruto neste estagio de sua vida proporção de 100 por 1(Marcos 4 : 8).

Criar um Site Grátis   |   Crear una Página Web Gratis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net